Samaúma - Portal Maçônico

 

 

 

 





 

 

* Sérgio Quirino Guimarães
ARLS Presidente Roosevelt 025
Segundas-feiras,
Templo 801
Palácio Maçônico
Grande Loja
Belo Horizonte – Minas Gerais
0 xx 8853-2969
Ano 04 – artigo 21 – número seqüencial 250

quirino@roosevelt.org.br

 

 

 

INSTALAÇÃO DO VENERÁVEL MESTRE

 

 

 

 

 

aIIrmIrmrSérgio Quirino Guimarães*

 


 

Saudações estimado Irmão,
alguns detalhes muito interessantes sobre a
INSTALAÇÃO DO VENERÁVEL MESTRE

 



Nestes dias que antecederam e que serão posteriores à distribuição desse artigo, tivemos e teremos muitas Sessões Magnas de Instalação e Posse nas Lojas jurisdicionadas às Grandes Lojas.

É importante que fique bem claro que não é “Instalação e Posse do Venerável Mestre”, o Mestre Maçom escolhido para presidir a Loja é INSTALADO pela Comissão Instaladora e ELE dará POSSE aos Vigilantes e demais Oficiais. Instalar na interpretação moderna é colocar objetos/pessoas necessárias a determinado trabalho ou empreendimento o que não deixa de ter sentido dentro do labor maçônico, mas a nossa cerimônia está mais ligada a um símbolo do que propriamente ao Irmão. Este símbolo é o Trono de Salomão e por mais incrível que possa parecer fazemos a ritualística muito bem próxima a que é praticada nas Instalações das autoridades eclesiásticas.

Quando há vaga em alguma paróquia, o novo Padre é INSTALADO por seus superiores e ao final é reconhecido pela comunidade como respeitável (venerável) condutor do rebanho do Senhor.

A Instalação é o assentamento (stallum = assento) do Mestre Eleito ou do Mestre Escolhido na cadeira de maior destaque; estas denominações são ainda da época em que a Maçonaria tinha apenas dois Graus (Aprendiz Contratado e Companheiro de Ofício) e os Irmãos escolhiam entre os Companheiros um Irmão para conduzir os trabalhos e dar a palavra final.

O interessante é que hoje valorizamos muito a condição do Venerável Mestre de abrir os trabalhos, dirigir a Loja e esclarecer com as luzes de sua sabedoria os assuntos da Sublime Ordem.

Se isto fosse a situação mais importante, as reuniões maçônicas só aconteceriam com a presença do Venerável Mestre da Loja e todos nós sabemos que não é assim que acontece.

Na ausência dele, naturalmente o Primeiro Vigilante abre a Loja, preside os trabalhos e sabiamente traz luz à Sessão, afinal mudam-se as pessoas, mas o Trono é o mesmo.

Mas então quais são as grandes prerrogativas do MESTRE INSTALADO?

Na verdade é uma só, pois todas as demais ele pode delegar poderes de representação a seus Oficiais, a única que é de sua inteira responsabilidade é o ato de SAGRAR o novo Aprendiz na Iniciação, o novo Companheiro na Elevação e o novo Mestre na Exaltação.

Este termo deve ser bem compreendido por todos nós, afinal Maçonaria não é religião e nós não SAGRAMOS no sentido de tornar algo SAGRADO nos conceitos religiosos.

Sagrar é um verbo transitivo que tem sim seu uso em cerimônias religiosas (dedicar a Deus, benzer, santificar), mas o usamos no sentido de conferir um título, uma honra, tornar respeitado e conhecido pelo grau alcançado.

Acabamos confundindo a conjugação do verbo sagrar no particípio passado (sagrado) com o adjetivo daquilo que é consagrado ao culto (sagrado).

Como ficam as Sessões Magnas sem a presença do Venerável Mestre? Devem ser adiadas? Só se a vaidade do Venerável Mestre exigir! Os trabalhos devem ser abertos e conduzidos pelo Irmão Primeiro Vigilante e apenas na hora de sagrar o candidato o ato é realizado por qualquer um Past-Venerável.

Aos Irmãos que de agora em diante estarão à ”frente” da Oficina meus parabéns e guardai este ensinamento:
"Você pode conseguir qualquer coisa que queira na vida, se você ajudar o suficiente outras pessoas a conseguirem o que elas querem." Zig Ziglar.



De acordo com o PROMAÇOM cujo programa visa à integração das Lojas Maçônicas, segue o quadro com as atividades das Lojas que se reúnem na avenida Brasil 478 e, de algumas situadas fora do Palácio Maçônico.

Programa Promaçom Clique na imagem a segurir
sama

----------

CONVITE: Nos dias 29 e 30 de maio, estarei na UNIFENAS (Universidade José do Rosário Vellano) em Alfenas – MG abrindo o Segundo Encontro Maçônico do Sul de Minas é uma grande oportunidade de intercâmbio patrocinada pela ARLS Fraternidade Cleuton Cândido Landre e será um prazer estar com os Irmãos.



Veja a programação na página dos nossos Eventos
Clique em Ok a seguir

ok

 

Grato pela atenção.
TFA
QUIRINO