Educação, tibério sá maia

NÃO FALTE, POR FAVOR.

0 Comentários 06 fevereiro 2018

tsmaia

Quando estive na Alemanha aprendi uma lição linda. Passeávamos em grupo. O Sinal de pedestre fechou. Como todo bom brasileiro um dos nossos conterrâneos continuou a caminhada, dando, a entender que não tinha observado o danado do sinal vermelho.

Nosso colega “Deutsche” que nos ciceroneava ficou visivelmente indignado e lhe perguntou, agora, como tutor:
– Vc não notou o sinal?

O bom brasuca não perdeu a oportunidade de gracejar.
– O sinal sim o guarda de trânsito não…

O alemão já conhecia a piada, claro, mas susteve a risada e prosseguiu:
– Vc não está no Brasil. Pondere. Os policiais, daqui sabem lidar com sul-americanos.

Quem responderia por essa sua observação engraçadinha seríamos nós, e a nossa empresa que lhes recebemos, como os pais responsáveis pela peraltice dos filhos em qualquer lugar do nosso território.

Realmente tinha percebido que na Alemanha divulgavam programas de televisão instruindo os imigrantes (latinos entre outros) sobre conduta, o comportamento de crianças em casa e nas ruas da cidade, dando-lhes instruções bastante claras e convincentes.

A solicitude do nosso guia serviu para todos nós. Veio-me a lembrança que possuímos uma infindável coleção de frases feitas com o objetivo de mostrar aos demais a suntuosa gama de espirituosidade que detemos. Uma pena. Sem outra finalidade.

Veja essa:-
– “Não falte para que os outros não percebam que sua falta não faz falta”. Digna de nossa Ministra do Trabalho que não pode tomar posse, no cargo que lhe fora indicado, depois de um mês, por questões políticas.

No Brasil, professores e alunos são criteriosamente faltosos. Eles são exemplares nesse mister. Suas condutas e atitudes são imperdoáveis, pois não deixam de ser desastrosas. Qualquer falta dessa classe deve ser meticulosamente, observada, sim. Por todo cidadão. O conceito da educação brasileira que não precisava ser pior, perante o mundo inteiro, pode ser enormemente compensado, sem gastos excedentes de governantes incompetentes e meios extraordinários que não sabemos onde buscá-los. Bastariam que os professores parassem de uma vez de faltar tornando-se, por passe de mágica, exímios cumpridores dos seus deveres e não tolerassem inadimplência de qualquer dos seus alunos. Em educação qualquer falta, pelo contrário, faz muita falta em toda formação da personalidade de quem quer que seja. Aqui, mais do que qualquer produto, nossos hábitos, costumes e valores deveriam ser transferidos para a geração seguinte pelo ensino e aprendizado transparentes, sem máculas com ampla justeza e toda perfeição, incutindo em cada qual, que um quilo deve sempre, imperdoavelmente, sempre, ser equivalente a exatos mil gramas.

 

tsamaia é nosso colaborador

Deixe sua opinião

Poste um comentário

Samaúma Online

Portal


Entre no PORTAL MAÇÔNICO. - Restrito. - Utilize-se da Senha de nove letras minúsculas em que se devem considerar termos no plural.


Mozart – Gran Missa en do m.-10. Et Incarnatus est (Bernstein)


O G20 só fortaleceu Donald Trump.


Basílica de São Pedro


Cenário Brasil e os mercados financeiros aqui e no mundo

Explica ou te devoro
fotos através de paredes
O contrário do Amor é o Poder

Cubana defende Trump e o Agradece


o manual do IDIOTA útil

 

Thatcher sobre Sindicatos e Ocupações
Diego Amorim entrevista o presidente do IBGE
Vaidade das vaidades tudo é vaidade?│Monja Coen

© 2018 Samaúma. DESENVOLVIDO POR IDEIAS WEB COM WordPress.