Kátya Gevaerd - Poemas

Moça…

0 Comentários 09 novembro 2017

Kátya Gevaerd

Moça fagueira,
Que se esgueira, se sobressai,
Que desnorteia,Abstrai…
Faz fantasia,
Nela se enfia

Coloca sandália de salto,
Se equilibra
E, me estonteia…

Moça faceira,
Que usa batom vermelho,
Que empina o peito,
Usa vestido preto…
Tem pernas longas, torneadas,
Tatoo no tornozelo!

Moça com zelo,
Arrepia o meu peito,
Me seduz com sorrisos,

Com sua voz rouca…
Moça como poucas,
Me faz ir atrás!

Brinca comigo,
Me chama de tarado,
Me deixa parado, complexado…

Moça fogosa
Matreira, formosa
Preguiçosa
Mentirosa,
Me diz ser o único,
Que a satisfaz!

 

 

Autoria-Kátya Gevaerd
3 de agosto de 2013

Deixe sua opinião

Poste um comentário

Samaúma Online

Portal


Entre no PORTAL MAÇÔNICO. - Restrito. - Utilize-se da Senha de nove letras minúsculas em que se devem considerar termos no plural.

<iframe src=”https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Ftsmaia%2Fposts%2F1483880105000552&width=500″ width=”500″ height=”298″ style=”border:none;overflow:hidden” scrolling=”no” frameborder=”0″ allowTransparency=”true”></iframe>
TROMBOSE Sendo debelada


Mozart – Gran Missa en do m.-10. Et Incarnatus est (Bernstein)


O G20 só fortaleceu Donald Trump.


Basílica de São Pedro


Cenário Brasil e os mercados financeiros aqui e no mundo

Explica ou te devoro
fotos através de paredes
O contrário do Amor é o Poder

Cubana defende Trump e o Agradece


o manual do IDIOTA útil

 

Thatcher sobre Sindicatos e Ocupações
Diego Amorim entrevista o presidente do IBGE
Vaidade das vaidades tudo é vaidade?│Monja Coen

© 2017 Samaúma. DESENVOLVIDO POR IDEIAS WEB COM WordPress.